Problema de visão vs Desempenho escolar

Problema de visão vs Desempenho escolar

Você sabia que, os problemas de visão podem afetar o desempenho escolar do filho? Em algumas situações, muitos pais e professores reclamam do desempenho escolar de algumas crianças. Mas, eles não fazem ideia que o problema de desempenho, pode estar relacionado a um problema oftalmológico. Após o nascimento, é essencial que o teste do olhinho seja realizado na criança. Através desse teste, é possível identificar desde já, se há algum problema de visão no bebê. A partir disso, a recomendação é que os pais levem os filhos regularmente ao oftalmologista. Quando a criança não tem um acompanhamento médico adequado e os problemas de visão surgem, uma das áreas mais afetadas na vida dos pequenos, é a dificuldade de enxergar no ambiente escolar. Sendo assim, o desempenho das crianças acaba sendo comprometido, o que pode gerar até mesmo o desinteresse pelos estudos e pouco aproveitamento nas aulas. Nesses casos, o professor é quem consegue observar e detectar o que pode estar acontecendo, pois ele vai avaliar o desempenho da criança em aula, como está a visão do aluno ao ler algo no quadro, de longe e também na leitura dos livros escolares. O professor pode acabar notando o problema, quando vê o esforço que a criança está fazendo para ler, contraindo os olhos e até mesmo se queixando de dores de cabeça.

Essas alterações na visão da criança, vão além da sala de aula, pois isso pode refletir na rotina deles. E é por isso que os pais precisam estar sempre atentos no desenvolvimento dos filhos. Por exemplo, não é normal a criança estar sempre batendo em algum móvel ou objeto que pode ser facilmente visto ou levar tantos tombos com frequência. Esses comportamentos podem estar ligados a algum problema de vista, que pode atrapalhar a criança tanto na rotina escolar, quanto em casa e em outros ambientes e tarefas. Portanto, é muito importante estar atento aos sinais e visitar regularmente oftalmologista, pois ele irá realizar os exames necessários para detectar e entender qual o problema ocular que está afetando a criança e assim, prescrever o tratamento adequado. Na maioria dos casos, fazer o uso de óculos de grau é o tratamento mais recomendo pelo médico oftalmológico.

Problemas de visão que podem estar relacionados ao desempenho escolar 

Há três tipos de problemas específicos de visão, que podem ter relação com o desempenho escolar que a criança começa a apresentar. Dois deles, podem afetar o estimulo visual da criança e o outro, pode afetar diretamente o processo visual e a integração dos pequenos:

Disfunções de percepção visual: A saúde dos olhos é capaz de influenciar diretamente na capacidade que a criança tem de aprender e de se desenvolver socialmente. A percepção visual é a forma em que a gente conhece o mundo ao nosso redor, através do que vemos. Nosso cérebro tem capacidade de entender e compreender o que nossos olhos veem. Portanto, se uma criança começa a apresentar problemas nessa fase, ela vai começar o ver as coisas em sua volta de maneira negativa e assim, terá dificuldades de realizar tarefas que outras crianças consideram normal. A percepção visual é importante no desenvolvimento da criança, porque facilita a realização de tarefas como ler, desenhar, escrever, se vestir, encontrar objetos e etc. Se a criança não tiver capacidade de realizar tarefas simples da rotina, o desempenho escolar pode ser afetado, como na escrita e leitura, além de gerar falta de foco em outras atividades.

Problemas de visão funcional: A visão funcional está relacionada a uma variedade de funções específicas dos olhos e também, no controle neurológico, movimentos oculares e acomodação. Defeitos de habilidades visuais podem ocasionar na criança, visão turva ou dupla, fadiga ocular (olho preguiçoso) e dores de cabeça, que podem afetar bastante o desempenho escolar. Os problemas de visão funcional, podem afetar a capacidade dos dois olhos, impedindo que eles fiquem alinhados de maneira precisa e confortável durante uma leitura.

Problemas de refração e saúde ocular: Problemas oculares e de refração, podem afetar diretamente a acuidade visual em cada olho. Erros de refração são compostos pela miopia, astigmatismo e entre outros. Além disso, alguns erros ópticos também estão inclusos.

Sintomas de problemas de visão que afetam o desempenho escolar:

* Dores de cabeça

* Visão turva ou dupla

* Estrabismo

* Não querer ler e realizar trabalhos escolares que exijam visão próxima

* Falta de atenção durante tarefas visuais

* Piscar os esfregar os olhos de maneira excessiva

* Repetir ou confundir palavras semelhantes

* Fadiga ocular

* Dificuldade de lembrar o que foi lido

* Persistência de palavras ou letras (principalmente após a segunda série)

* Velocidade de leitura lenta e baixa compreensão de leitura

* Ler com os livros e cadernos próximos ao rosto

* Franzir a testa

* Erguer a cabeça para enxergar melhor

* Apresentar dor de cabeça e mal-estar durante ou depois da leitura, na hora da aula e na hora de realizar o dever de casa.

Observações

Quando a criança apresenta dores de cabeça frequentemente, lacrimejamento constante e assisti a TV muito de perto e ainda espreme os olhos para realizar uma leitura, tudo pode indicar que há problema de visão presente. E com isso, o desempenho escolar pode ser afetado. As doenças oculares que mais afetam as crianças e prejudicam o desempenho escolar é a miopia, a hipermetropia, estrabismo e astigmatismo. Todos esses problemas, podem ser solucionados através do uso de óculos de grau, mas precisam ser resistentes, já que as crianças podem quebrar com mais facilidade. É importante ressaltar também, que é fundamental fazer a troca dos óculos conforme o crescimento da criança. Muitos pais e professores enfrentam problemas quando a criança não quer usar os óculos, tanto em casa quanto na sala de aula. E por isso, que é necessário ter uma conversa amigável com os pequenos e explicar com paciência o porque do uso dos óculos e importância que eles têm para a saúde visual de cada um. Em alguns casos, é necessário um tratamento mais específico na criança, sendo necessário realizar uma cirurgia para a correção do problema.

 

 

Deixe um comentário